RESENHAS,  THE BOOK IS ON THE TABLE(T)

The Book is on the Table(t): Resenha de Dear Heart, Eu Odeio Você da J. Sterling

Oi pessoal!!!

 

Primeira resenha aqui no blog novo e diretamente do Rio de Janeiro. Vim para cá para o Gift Day, evento da The Gift Box (vou falar mais sobre isso em um post separado)!

Não sei se vocês já viram lá embaixo a página inicial do blog, mas o Beauty & the Beastly Books é parceiro da Faro Editorial. E um dos livros que eles me enviaram esse mês foi o Dear Heart, Eu Odeio Você! da J. Sterling.

Eu já havia lido esse livro em inglês quando a Jenn lançou, mas agora li novamente em português e vou contar o que achei para vocês! Lembrando que cada pessoa tem um estilo de resenha e o meu é falar o que achei do livro e o que ele me fez sentir, eu não gosto muito de recontar a história nas resenhas. E as minhas resenhas são spoiler-free (sem spoiler)!

Me contem nos comentários  se vcs gostam que as resenhas tenham as sinopses ou só os links para os livros!

 

 

 

Você não sente nada? Culpa, dor ou remorso em seu coração? Como você consegue se afastar tão facilmente? Jules era viciada em trabalho. Colocando sempre o amor em segundo plano, sua principal meta era construir uma carreira com sólida reputação. Cal Donovan era muito parecido. Ele havia traçado uma lista de objetivos para alcançar na vida, e nela só havia espaço para ascensão profissional. Mas um encontro ao acaso muda tudo. De repente, o amor não parece uma distração para atrapalhar seus planos. Como fazer um relacionamento dar certo quando a sua cara-metade mora a milhares de quilômetros de você? Como viver esse amor sem abandonar tudo o que construiu? Algumas vezes as nossas mentes elaboram planos, estabelecem metas, perseguem sonhos. E algumas vezes os nossos corações ignoram as nossas mentes e decidem apostar no amor.

 

 

 

 

 

 

 

 

Apesar de ter gostado da leitura, eu não amei. O livro me deixou esperando pelo resto da história.

 

Para mim, a história foi um pouco corrida. Não somente porque para mim tem “insta-love” (quandos os personagens já se apaixonam logo de cara sem ter muito motivo), mas tb pelo ritmo corrido, e para mim a história não acompanhou esse ritmo.

 

Eu acho que a história precisava de mais tempo (e páginas) para se desenvolver melhor.

 

Foi um bom começo, mas a história não tinha nem um pouco da angústia e tensão que as resenhas que eu lin(em inglês) aparentavam ter. Para mim quase não há angústia na história, aquele “tcham” a mais que toda história precisa. O livro inteiro, na minha opinião, poderia ser uma boa parte de uma história mais completa. E eu teria gostado mais de um livro mais longo nesse caso.

 

E eu odeio dizer, pq eu amo a Jen, mas já li outro livro com uma trama similar do qual eu gostei mais, e como nesse outro havia de fato tensão e angústia (o que muita gente chama de drama), não pude evitar esperar mais desse também.

 

Quando chegou a hora do grande conflito, que toda boa história tem que ter, não consegui acreditar que era só aquilo ou que já havia chegado a hora, primeiro porque para mim a história precisava de mais história. Precisava de mais desenvolvimento e, segundo, porque eu estava esperando algo diferente. A mocinha que parecia, e deveria, ser tão decidida, para mim, não pareceu tão decidida assim e as atitudes dela não condisseram com quem ela aparentava ser.

 

Eu gostei do livro, mas infelizmente ele não me deixou completamente satisfeita. Mesmo não tendo amado, há vários elementos que eu amo, como romance e até humor, então ainda assim recomendo a leitura (afinal cada leitor sente um livro de forma diferente).

 

 

 

XOXO 

 

 

Carol 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *